Jack Fahrer e Sergio Fahrer inovam com coleção inspirada em Piet Mondrian

A variedade de tamanhos e acabamentos em cores puras tornam as peças extremamente versáteis e adequadas para todos os gostos e espaços.

 
Os irmãos Fahrer lançam duas coleções e duas reedições de peças exclusivas já consagradas na história dos designers. Elementos planos e linhas retas, com equilíbrio entre as formas retratam o uso harmônico de diferentes elementos como compensado naval e aço carbono sem deixar de lado a organicidade.

Mondrian – A desconstrução tridimensional de algumas obras do pintor modernista Mondrian, o pai do Neoplasticismo, deu vida a coleção que se destaca pelas cores primárias e desenhos inteligentes de peças como cadeira, mesas de centro e lateral, estante, escrivaninha e até vasos.

Chair – A Clipper, uma das caravelas mais rápidas da história foi a inspiração dos designers

Para a criação de uma linha inteira composta por 12 cadeiras quase todas inspiradas nas imponentes e históricas caravelas. A curiosidade em saber porque esta não tinha um desenho padrão retangular, e sim um desenho trapézio arredondado, mostrou que este design proporcionava uma velocidade maior de navegação. Esta curva arredondada está representada em quase todos os modelos de cadeiras da linha.

Outras inspirações também foram importantes no processo de criação desta linha, a cadeira Drop por exemplo, tem em seu desenho uma referência escandinava muito forte. Com uma vertente mais orgânica, foi criado o conjunto de cadeiras e sofá da coleção Rietveld, que tem uma revisitação técnica de construção inspiração no olhar dos irmãos Rietvield. Nas estruturas dos modelos, os designers utilizaram a madeira Taeda, muito usada na fabricação de skates e instrumentos musicais. Outra característica forte desta coleção é o uso do couro nos encostos, que revela uma sinergia perfeita com a madeira e remete a um design mais leve. Alguns modelos ganharam em seus encostos botões delicados de madeiras, desenhados especialmente por Sergio e Jack para a coleção.

Reedições

O destaque também vai para a reedição dos bancos DC3 e do banco Copan, peças consagradas dos designers que ganhou mais uma edição com peças limitadas:

Originalmente lançado em 2009, o Banco DC 3, foi inspirado no famoso avião Douglas DC3, o modelo mais longevo da história da aviação. As linhas aerodinâmicas do avião foram adaptadas para o design do banco que tem um processo construtivo pioneiro e que agora ganhou estrutura de compensado naval.

Um dos símbolos mais importantes da cidade de São Paulo foi a inspiração dos designers para o banco Copan. O desenho da peça acentua a quebra de ângulos retos, tão fortemente presente na arquitetura de Oscar Niemeyer. As chapas de concretos horizontais que cruzam a fachada do edifício foram referência para a construção do banco. O gosto pelas linhas curvas é característica dos designers, e nesta peça isso é potencializado pelos encaixes precisos que nesta edição são também de compensado naval.

Karina T Gularte |arquiKarina|
Karina T Gularte |arquiKarina|
Karina é arquiteta e urbanista, especialista em interiores e marcenaria. Graduada na UNIRITTER em 2014 atua na area há 9 anos é apaixonada por tudo aquilo que faz. Tem 31 anos, é casada com um historiador e tem uma gata siamesa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This
%d blogueiros gostam disto: